quinta-feira, julho 08, 2010

Verdades

O mundo pertence aos tolos
Assim como me pertence
A vida me dá mil bolos
Mas nada disso me vence

De toda a sorte que tive
Pouco ou nada me restou
Se não tenho muita sorte
Pra sorte pouco me dou

Se a vida é pra se seguir
Sigo a minha caminhada
Cada degrau que venci
Diminui minha jornada

Lembranças são agulhinhas
Que ferem agente por dentro
Por vezes lembrar faz bem
Por vezes é um tormento

Se eu já amei e sofri
Também fiz alguém sofrer
Vou continuar amando
Mesmo depois que eu morrer

Antônio José Xavier (Nosso Apolo!)

Gostaram? E se eu disser que ele é o nosso mais novo Deus?
pois é amiguinhos, estamos ganhando mais um aliado!
Ele me disse: "minhas poesias são todas muitos profanas ou muito melosas, ou as duas coisas..."
Porra!!! è assim que a gente gosta!!! hehehehe
Bem Vindo ao Olimpo Apolooooo!!!
Bjo a todos!

2 comentários:

antonio jose disse...

-Queridas Deusas, é um prazer participar desta convenção "Olímpica"! É muito bom ser um Deus e sê-lo através daquilo que nos faz imortais: As palavras. Brigadão pela acolhida e vamos abalar as estruturas desse Olimpo!!!...

Diana Athenas disse...

O Apolo já estreou com chave de ouro!!!
Se ele for colocar toda a profanação, luxúria e melosidade dele aki, nosso bloguinho vai deixar de ser um bloguinho de família!! ahahahah
Se bem que... Er... Ele nunca foi! kkkkkkkkkkkk

Adorei Toin, seja bem vindo ! \o/